17 abril 2009

Homens que revolucionaram o mundo pornográfico - Parte 1

Ola pessoas!!!

Essa é a primeira de uma série mostrando os icones mais tarados que já existiram, e que se não fossem eles o nível pornográfico mundial nunca estaria onde está.

Digo mundial mas lógico que excluo o Brasil dessa, afinal filmes brasileiros estão com os dias contados!!!
O futuro do porno no Brasil pertence às pequenas produtoras, à internet e aos blogs, isso é fato!
O problema não são os atores e atrizes daqui, mas sim os diretores e produtores que como nunca tiveram uma concorrência decente, ainda não fazem um roteiro que saia do cliche "oral, vaginal,anal,gozada,fim".

Vamos ao post!

Não tem como ser outra pessoa em primeiro lugar.
No ano de 1974, numa época onde a Playboy e a Penthouse comandava o mundo pornográfico, com revistas sendo vendidas em lojas expecificas para público adulto, e com fotos comportadas, eis que surge Larry Flynt, comandando a LFP (Larry Flynt Productions), e vendendo em plena luz do dia, em bancas de jornais, a revista Hustler, com fotos que mostravam o que todos queriam ver em detalhes.....







Larry Flynt enfrentou diversos processos judiciais até conseguir se estabilizar e se tornar o homem milionário que é hoje!
Um dos processos que mais fez sucesso foi o de uma publicação que ele fez em uma revista, onde fazia a propaganda da bebida Campari, e na propaganda havia uma entrevista com Jerry Falwell, foi um pastor cristão fundamentalista.
(Para quem não sabe, esse Jerry Falwell é o mesmo que apontou Tinkywinky, um dos Teletubbies, como sendo um simbolo gay, visto que o seu criador era homossexual.)

Na entrevista, a revista Hustler conta que a primeira vez que o pastor transou, foi com a mãe dele. Isso gerou um processo que foi parar na Suprema Corte dos estados Unidos.

Para quem quiser saber mais sobre esse processo e sobre a vida de Larry Flynt, vejam o filme O Povo Contra Larry Flynt, com a deliciosa Courtney Love fazendo seu papel mais safado e decadente do cinema!





















Capa da Hustler - Nº 1 - 1974 -----------------------------------------------------------------------------Capa do Filme

2 comentários:

ghostwish disse...

Muito bom esse artigo. Parabéns!!

Sou tarado por pornografia e, com certeza, Larry Flint tem uma cadeira cativa entre aqueles que considero os grandes dinossauros desbravadores da pornografia de boa qualidade. Entre os meus sonhos de consumo, está essa Hustler nº 1. Ainda não tive o prazer se folheá-la, mas imagino, se a capa já é demais... o conteúdo deve ser muito melhor.

Abraço.

Redtube disse...

o conteúdo deve ser muito melhor. ??