26 dezembro 2008

BDSM SEM CONHECIMENTO

Ola Pessoas!!

Abaixo segue o link de um video do site Whipped Ass, do grupo Kink.com que mostra exatamente do porque que não se pode dar um chicote a qualquer um, principalmente quando essa pessoa não sabe usa-lo.

Não sei de qual material que é o Chicote, mas talvez a intenção da "Domme" fosse bater nas costas da sub e não na cara!!!

Mas isso não é uma falha só deles, por aqui também temos "Dommes" e "Dom's" que não sabem usar chicotes e vez ou outra acabam errando uma chicotada, acertando a cara de um sub ou o rim.
Não é por que é Sub, que se pode bater de qualquer jeito...afinal o sub está ali para ter prazer e principalmente para dar prazer ao Dom ou Domme e se esse Dom ou Domme estraga a brincadeira com uma chicotada mal dada.....isso com certeza será broxante para os dois.

Um conselho para as pessoas que ainda não sabem usar um chicote, ou para as pessoas que são novas e querem aprender mais, são os workshops do Libens.
Enviem e-mail para libens@libens.com.br e peçam para receber a programação deles. Sempre tem algum workshop sobre shibari ou spank.

Quanto mais nós soubermos lidar com nossos fetiches....menos preconceito receberemos!!
E se algum dia você cometer um erro como o do video abaixo, tenha a humildade de pedir desculpas ao sub, afinal ele(a) está ali pelo mesmo motivo que você.....dar e receber prazer!

Até a próxima!!

6 comentários:

falcao disse...

muito bao feliz ano

Dando a Bunda pra Bater disse...

Gosto muito dessas produções da Kink. Não é a mesma do Public Humiliation?

Abraços,

DB

Sir Stephen e SUA maria{SS} disse...

Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.

Desejo, pois, que não seja assim,
Mas se for, saiba ser sem desesperar.

Desejo também que tenha amigos,
Que mesmo maus e inconseqüentes,
Sejam corajosos e fiéis,
E que pelo menos num deles
Você possa confiar sem duvidar.

E porque a vida é assim,
Desejo ainda que você tenha inimigos.
Nem muitos, nem poucos,
Mas na medida exata para que, algumas vezes,
Você se interpele a respeito
De suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
Para que você não se sinta demasiado seguro.
Desejo depois que você seja útil,

Mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
Quando não restar mais nada,
Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

Desejo ainda que você seja tolerante,
Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
Mas com os que erram muito e irremediavelmente,
E que fazendo bom uso dessa tolerância,
Você sirva de exemplo aos outros.

Desejo que você, sendo jovem,
Não amadureça depressa demais,
E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer
E que sendo velho, não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor
É preciso deixar que eles escorram por entre nós.

Desejo por sinal que você seja triste,
Não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
Que o riso diário é bom,
O riso habitual é insosso e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra,
Com o máximo de urgência,
Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,
Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.

Desejo ainda que você afague um gato,
Alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
Erguer triunfante o seu canto matinal
Porque, assim, você se sentirá bem por nada.

Desejo também que você plante uma semente,
Por mais minúscula que seja,
E acompanhe o seu crescimento,
Para que você saiba de quantas
Muitas vidas é feita uma árvore.

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
Porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
Coloque um pouco dele
Na sua frente e diga “Isso é meu”,
Só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
Por ele e por você,
Mas que se morrer, você possa chorar
Sem se lamentar e sofrer sem se culpar.

Desejo por fim que você sendo homem,
Tenha uma boa mulher,
E que sendo mulher,
Tenha um bom homem
E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,
E quando estiverem exaustos e sorridentes,
Ainda haja amor para recomeçar.
E se tudo isso acontecer,
Não tenho mais nada a te desejar.


Desejo - Vitor Hugo (*1802 +1885)


Amigos e amigas

Desejo-lhes toda a felicidade do mundo
e
um 2009
pleno de luz
onde cada pessoa trate seu semelhante como gostaria de ser tratada!
E que cada dos meus amigos consiga nesse novo ano o que mais deseja !

beijos

maria{SS}

{Vita}_ST disse...

Olá, amigo!
Estive viajando mas creio não ser tarde para desejar a vc um ano perfeito, cheio de luz, paz, amor e prazer...
Ótimo o trabalho de conscientização... parabéns!
Bjs.
{Vita}_Senhor da Torre

Dando a Bunda pra Bater disse...

Bom final de semana,
Enfil

{ÍsisdoEgito}JZ disse...

Gostei do teu blog, interesante esclarecedor, divertido......delicia de se ler!

Tomei a liberdade de segui-lo, ok? Caso fique curioso, apareça em meu blog e quem sabe possamos trocar links?

www.tattourouge1.blogspot.com

Beijos carinhosos,

{ÍsisdoEgito}JZ