31 maio 2008

Desenhos e Festas

OLA PESSOAS!!!!!

Demorei para atualizar né...desculpem,o trabalho também me escraviza...huahaha
Hoje vamos voltar a infância e ver alguns desenhos...hehehe (se os desenhos da minha infância tivessem sido esses abaixo acho que eu seria ainda mais tarado hoje em dia)..rs

Quando eu comecei a gostar de inversão, eu não tinha computador em casa, e as revistas e filmes pornográficos nunca abordavam esse assunto, então uma das coisas que mais me excitava era ver vídeos de lésbicas com strapon. Todo homem gosta de ver vídeos de lésbicas eu sei, mas eu via com uma visão diferente, sempre me imaginando como se eu fosse a mulher passiva, adorava aquilo.
E logo que comecei a navegar pela net, vi esses desenhos que coloquei ai embaixo.
Nunca gostei de desenhos pornográficos...sempre achei muito irreal, com o tempo fui percebendo que essa é a lógica dos desenhos, fazer uma imagem daquilo que não conseguiríamos ver com fotos de pessoas reais.Mas nunca me interessei... a não ser por esses, que foram os primeiros desenhos pornográficos que vi, e fiquei maluco com eles.

São os desenhos da Housewives At Play by Rebecca.

E sempre que eu via esses desenhos, alguns com cenas de spank, podolatria e outros de humilhações públicas, sempre me imaginava sendo a mulher passiva, acho que esses desenhos me influenciaram em muitos dos fetiches que pratico hoje e alguns deles ainda são fantasias que quero realizar..rs

Mudando de assunto.....

Hoje irei no Libens, vai ter festinha de aniversário lah...quem sabe tem velas..rsrs
Queria ter ido ontem que foi niver da Mayrika (dona do Libens) mas não deu pra ir, quem sabe hoje eu tire umas fotinhus minhas lá, sendo humilhado, espancado....ou seja...me divertindo.rs

Na semana que vem, tem Projeto Luxúria, aos poucos acho que o público que curte BDSM vai sair cada vez mais do “armário”. Pois estamos cada vez com mais opções de bares, baladas, festas e pontos de encontro.
Infelizmente ainda há uma rivalidade por parte dos próprios donos, que ao invés de se unirem e criarem um cenário fetichista ainda maior, preferem “queimar” as pessoas que desejam visitar um lugar novo para conhecer por exemplo.

Mas acho que isso vai mudar, tanto o Heitor Werneck do Projeto Luxúria, quanto a Mayrika e o Mister K do Libens, estão querendo quebrar essa “rivalidade” que sempre teve das pessoas que vão no Dominna e no Valhala por exemplo.

As pessoas que vão no Dominna falam mal do Valhala, por ser um lugar muito “explicito” e que lá trabalham prostitutas.
E as pessoas que vão no Valhala falam mal do Dominna por lá existir “panelinhas” e por lá parecer um “churrasco de domingo numa casa de familia”

Eu particularmente já fui nos dois lugares, mas não tenho nada de mal para reclamar de nenhum dos dois.
No Dominna no começo fiquei meio isolado sim, mas depois conheci a Vaquinha e a Rosa Vermelha do grupo BDSM sem culpas.Me senti bem lá dentro, e percebi que lá é um lugar onde a maioria das pessoas que freqüenta, são as pessoas que conhecem muito e levam muito a sério a Liturgia do BDSM.

No Valhala não existe BDSM, lá é só podolatria. Se você curte lamber pés, o lugar é esse, é uma balada com muita música e podolatria a noite toda.Nunca encontrei nenhuma prostituta lá dentro, mas lá existem as meninas que trabalham na casa, e algumas “dommes” que cobram se for para te dominar em outro local...mas isso existe aos montes no orkut e algumas até frequentam o Dominna também.

Então conheci o Projeto Luxúria....

Lá a única coisa que não existe são...regras...rsrs..ou melhor existe uma sim...( NADA DE PENETRAÇÃO) se quiser transar, vai pro motel......de resto........bom de resto é resto.
Como disse uma vez o Mister K para mim, o projeto luxúria é uma festa onde você vai para se molhar...... e se molha!!.rs
Lá são pessoas que não tem medo de se mostrar e nem medo de ter curiosos olhando seus fetiches, lá você encontra todos os fetiches possíveis e foi um dos lugares que mais gostei.

E então esse mês surgiu o Libens, um bar que tem cara de bar mesmo..rs....preços ótimos,ambiente agradável e pessoas muito receptivas...e que aos poucos irá abranger todos os fetiches em suas festas.

Então hoje temos 4 lugares para frequentar e muitos não saem da mesma casa, por causa dessa rivalidade idiota.

Pensem que maravilha seria unificar esses 4 lugares e fazer uma festa ou convenção fetichista anual por exemplo...alugar um galpão e ser quem nós somos de verdade lá dentro, sem máscaras, sem falsidades, apenas diversão, prazer, conversas, cultura bdsm, amizades....tudo num único lugar.
Um dia ainda vamos conseguir fazer isso, pelo menos sei que o Libens e o Projeto Luxúria estão nesse caminho.

Bom, por hoje é só...fiquem com os desenhos ai embaixo que agora vou me arrumar para ir no Libens.

Um ótimo fim de semana a todos e até o próximo post!
Abraços

2 comentários:

FetishBoxxx disse...

Concordo. Todas as pessoas envolvidas com a cena de fetiches no Brazil deveriam criar links e nao barreiras entre elas.

Por um encontro nacional fetichista!

Anônimo disse...

Se você está falando de desenhos, aproveito para falar de desenhos animados. Tinha um desenho que me deixava louco já aos sete, oito, anos de idade. Era Safiri a princesa. Ela era menina mas se vestia de menino para não perder a linha de sucessão ao trono. Eu sonhava enm ser a Safiri para poder usar as ropus de menina nas horas vagas. Era uma Cd às avessas. Eu adorava no final do de cada episódio quando ela punha as roupas de menina e ficava namorando um príncipe que era o único que sabia a verdade. Nessa linha, eu também adorava o Batman, aquele dos anos sessenta. Eu adorava me imaginar como a Mulher Gato usando aquelas roupas de vinil super justas e altamente fetichistas.
Você assitia esses dois seriados?
Se assistia tenho certeza que você pensava como eu.
t+
Punk Sub.